Outra praguinha de Vila Lixeira...?!

(ou... em defesa de quem não precisa...).

Analise de Jesus, a sobrevivente

Desfaçada...

No meio de greves, críticas de lado a lado e tanta desesperança, me parece que há uma unanimidade: Analise de Jesus da Silva.

Como toda unanimidade é burra, gasto um tempo para me dizer estarrecida com a postura da colega na última assembléia da categoria: Analise se dizia entrando no movimento NAQUELE DIA. ESTAVA ENTRANDO EM GREVE NO ÚLTIMO DIA DA MESMA e mesmo assim, pegou o microfone PARA DEFENDER À VOLTA AS AULAS.

Pronto, está explicado objetivamente porque Pimentel não relutou ao nomear Analise para o Conselho.

Outro ponto interessante é que no CM, segundo relatado nas atas do mesmo, ela gastou um sem número de reuniões para discutir e defender a liberação da presidente (que só por coincidência era ela). Outros tantos assuntos seríssimos não tiveram o memso destaque. A Nossa greve mesmo não teve esta abertura nas pautas.

Não foi feita a denúncia da realidade dos trabalhadores em educação, e quando aconteceu, não o foi pela presidente. Como ela mesma diz (está em ata que li nesta semana) ela não era representante dos trabalhadores, mas presidente para todos (não é literal mas é o sentido). Na minha avaliação, quem é presidente "para todos" não é para ninguém. Na verdade faltou foco, faltou vontade política de fazer com que o CME fosse palco de nossa luta. Falo como professora que nunca quis se candidatar, embora o incentivo dos colegas de escola.

Terminada a greve, sobraram o sindicato e a SMED arranhados e criticados. Analise posou no último dia de greve como aquela que trouxe, FINALMENTE, o bom senso e o equilíbrio ao movimento. Não caiu. Ou caiu para cima. Chegou a salvadora, respiravam aliviados os defensores do fim da greve quando a viram se aproximar do microfone.

Faltou tudo neste tempo cinzento.

O que não faltou neste tempo todo foi a visão política e senso de oportunidade por parte da sobrevivente Analise.
Não vou me identificar por conhecer de perto a ex-presidenta e suas raivosas reações.

Querida, pense bem.

Representasse a si, e desmerecedora seria até de reles alusão... Vontade própria houvesse-lhe e face teria...

Toda quadrilha tem os seus aviõezinhos, aqueles que trazem os papelotes e levam a grana... e aquelas até que morrem por seus paisinhos... e ademais, serviços outros lhes prestam...

Divers@s del@s serviram-lhes, até no por eles sofrerem as nossas vergalhações, em nome de permanecerem sob o seu jugo-acobertador-de-carguinho... sim sabemos que são aquel@s que a qualquer novidade célere comunicam-nas, mesmo que afonsinhos...

Como agora o faz, buscando conspurcar a imagem de Analise. Porque pessoa de nenhum caráter, por vereda outra que não a da ignomínia, e da anomia por anonimia, haver-se-ia de desandar... Cai-lhe bem a alcunha de Escória...

Divergências várias as tivemos, e certamente outras advirão, que ainda passados não somos, Analise e eu. Próprio dos que opiniões as temos, nossas, e não as dos interesses momentâneos, pragas politiqueiras que grassam e medram nos meios Traidores. Oposições são peculiares aos que vivem, mas nunca àquel@s que perpassam a vida sem chegarem a ser...

As Academias deveriam sobre-avaliar como podem sobre-titular e apresentar à sociedade tais espúrias formações... seria de efeito profilático aos parcos recursos das Universidades públicas, absolutamente impróprias são tais, mormente à convivência nas plagas educacionais. Mui jus fazem aos lugares-tenentes aos quais se reportam.

E nisto dá ao servirem-nos de paus de batalhas, a bem espancarmos os biltres por cujos zelos humilham-se a babar as barras do Alcaide.

Quem mandou não passar de nanocéfala nanoserviçal...

Pequenez até na audição, pois que do que ouviu pouco assimilou (se em boa fé o pudesse), o que certamente não lhe cabe.

Ah... ocorreu-me agora, que as pintas as têm, pelo sotaque talvez, o serem habitantes de lá, acoitad@s, de Vila Lixeira...

Não lhes parece a todos, relembremos, a falas de Carlos de Tal.

Outra faceta de que me enojo, pela hipocrisia latente... Querida!

 

 

Klauss Athayde, 17/06/05

RG 10.324.924 SSP/SP ;

klauss@klauss.com.br;

kathayde@bol.com.br