Alguém escreveu:

http://diariodegreve.blogspot.com/

Eu, Klauss Athayde, respondo:

http://www.klauss.com.br/GREVE_2005.html

COLEGAS

Fulana(o) (não sei se é realmente dos nossos):

O MOVIMENTO GREVISTA É UMA FORMA LEGÍTIMA DE PRESSÃO.

Se é legítima, está a questioná-la por quê?

Ou será que não é você? De você? Por você?

NÃO PODEMOS ESQUEÇER(sic), ENTRETANTO, QUE ESTE RECURSO DEVE SER BEM AVALIADO E DEVE SER PRECEDIDO DE UMA PREPARAÇÃO POLITICA(sic).

A preparação política de um cidadão(ã) é permanente, e se dá desde sua formação escolar e cívica, não às vésperas de GREVE.

quem sabe faz a hora, não espera acontecer”!

ENTENDO QUE A NOSSA GREVE NÃO ESTA BEM ARTICULADA POLITICAMENTE, ALEM DE NÃO TER UMA ADESÃO SIGNIFICATIVA DENTRO DA CATEGORIA. NESTE CASO O RESULTADO TENDE A SER NEGATIVO.

A adesão social se estabelece quando duas pessoas agem politicamente. 1.500 vozes (ou mais, na última assembléia) disseram que a greve está muito bem aderida! Representam uns 30% da Rede… muito democrática então!

TEMOS QUE PENSAR NO AMANHÃ E NO NOSSO DESGASTE JUNTO A COMUNIDADE.

DEVEMOS TOMAR AS NOSSAS ATITUDES UTILIZANDO A RAZÃO E NÃO A EMOÇÃO.

Se você participasse, como uma(um) dos nossos, da Conferência e das Regionais, saberia que a Comunidade está conosco, contra a maligna ParTicipação administrativa atual…

CONCLAMO AOS COLEGAS DO SIND-UTE MUNICIPAL QUE REFLITAM SOBRE A RESPONSABILIDADE SOCIAL QUE PESA NOS OMBROS DE CADA UM, SEJA COM RELAÇÃO À COMUNIDADE, SEJA COM RELAÇÃO A NOS, PROFESSORES, QUE PODEREMOS SER PREJUDICADOS, POIS SOMOS UMA MINORIA EM GREVE, COM CORTE DE SALÁRIOS E OUTRAS MEDIDAS DE CUNHO ADMINISTRATIVO.

Quem deliberou a GREVE, e sua continuidade não foi o Sind-UTE, FOMOS NÓS. Não sou da Diretoria e nem filiado aos grupos partidários que ali têm participação. Eu sou dos políticos que se matêm com HONRA, e caminho na trilha dos princípios pelos quais sempre lutei. Conseqüentemente, não altero meu discurso conforme me sejam favoráveis os carguinhos ou as conveniências pe$$oais.

Carta Política, art. 5º:

V - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Klauss Athayde, 19/05/05.

RG 10.314.924 SSP/SP

klauss@klauss.com.br

O que você não entendeu (porque não saber?… ou não querer?):

 

Mais prejudicados do que estamos estarão vocês que se submetem ao TRABALHO ESCRAVO… se não plenamente ainda, logo… cortado está nosso salário há muito tempo, ou você ainda não quis entender? E que ameaça (por ignorância ou imoralidade?) é esta que veladamente você apresenta por “medidas de cunho administrativo ? Legalmente, eu digo, LEGALMENTE, NÃO EXISTE POSSIBILIDADE!

 

Responsabilidade social é não se submeter nunca. Só verdadeiros professoras(es) a praticam!